terça-feira, 14 de agosto de 2018

Peru - A culinária Andina

EM CONSTRUÇÃO......

Peru - Cusco

Eu juro que fui pra Cusco pensando que iria encontrar uma minúscula cidadezinha pacata, mas para minha surpresa, Cusco é enorme e muito movimentada!

Peru - Lima

EM CONSTRUÇÃO....

Peru - A cidade que um dia foi Yungay

EM CONSTRUÇÃO....

Peru - As incríveis Lagunas de Huaraz

EM CONSTRUÇÃO.......

Peru - Caminhando por terras Andinas

 

Eu confesso que o Peru não estava no topo da minha wishlist, no entanto, quando se tem férias mais curtas, é necessário passear mais perto de casa, e foi assim que o Peru entrou na minha lista de "Próximo Destino"!



Eu já havia pensado em ir ao Peru, num feriado prolongado, carnaval, mas felizmente não deu certo! E sabe porque felizmente????? Porque o Peru merece muito mais que 5 dias, merece ser muito mais explorado do que ir apenas a Machu Picchu, merece dias para que se conheça a culinária local, principalmente porque cada região tem sua particularidade. Resumindo, eu teria me arrependido amargamente se tivesse ido em um esquema tão corrido! Além de muito pontos turísticos, o deslocamento no Peru, também requer tempo. Em trajetos de 70 quilômetros, demorávamos 3 horas! Nesse sentido, planejamento é tudo!


  

Vou detalhar nosso roteiro pra vocês, mas como tem muita riqueza de detalhes e informações, resolvi dividir esse post por regiões, mas antes, gostaria de deixar uma série de "conselhos", os quais a gente poderia saber antes para facilitar a nossa vida:



- Nunca subestime a altitude! Você pode pensar que é balela, mas a realidade é que o período de aclimatação é muito importante. Algumas pessoas realmente passam mal, com dores de cabeça, estomago, etc, o famoso soroche. Outras não sentem nenhum mal estar, mas uma coisa é certa: você se sentirá um pouco mais cansado!


 

- Para visitar alguns lugares em Cusco e seus arredores, é necessário portar um "Boleto Turístico", que pode ser adquirido de 2 formas: Por 70 soles, para ser usado por 2 dias ou 130 soles, para ser utilizado por 10 dias. Para saber qual vale mais a pena, faça as contas dos dias que vão ficar, e de quais lugares pretendem visitar. No nosso caso adquirimos o de 1o dias e foi uma decisão acertada!




- Exceto a ida a Machu Picchu, deixe para fechar todos os passeios por lá! Sai mais barato, e sempre rola aquela barganha.  Por que Machu Picchu não? Porque este deve ser comprado com antecedência, pois o número de visitantes é limitado! Você pode comprar diretamente (se tiver o cartão visa verify) ou feche com uma agência indicada por alguém. Nós fechamos com a Fabulous Peru Tours e foi perfeito!

 - Em Cusco você consegue trocar reais com facilidade, mas em Huaraz e Aguas Calientes já é mais difícil. Se for para outra cidade antes de cusco, convém trocar uns "reales" antes de pegar o caminho da roça!


 

- Tenha bastante paciência com os inúmeros vendedores ambulantes que certamente irão te cercar! Lembre-se de que aquilo é o sustento deles. Se não quiser, basta agradecer e seguir seu caminho.

- E por falar em vendedores ambulantes, obtive a informação de que as crianças vendem muito mais que os adultos, e por esse motivo, muitos pais os tiram das escolas e os colocam para trabalhar desde muito criança. Então, vamos tentar não incentivar essa prática. Eu confesso que meu coração partia em 10, mas eu não conseguia me decidir no que era pior.

- Leve uns esparadrapos para fazer aquela gambiarra pra encaixar os carregadores nas tomadas! Eu tenho o adaptador universal, mas ainda assim, ficava mal encaixado e caindo.

-  Se você é desses igual a mim que quer experimentar um pouco de cada coisa, e não tem dias suficiente para tudo, vá a um dos restaurantes que fica na Plaza de Armas (Eu fui no La Estância) e peça uma "Parrila Andina"! Eles dizem que serve 2, mas na minha opinião serve 3 tranquilo! Vem um mix de Truta, cordeiro, cuy, alpaca, anticucho (é coração de boi, mas credite: é uma delícia!), e claro: Papas!!!! Ah, e tudo isso por apenas 65 soles!


 

- Aproveitando o embalo, ali naquelas ruazinhas perto da Plaza de armas, tem alguns restaurantes ( como Sara Wasi, Antujitos, Encantasqa), que serve o que eles chamam de "Menu Turístico". Por 15 soles, você adquire uma entrada, que eu sugiro a sopa criolla, um prato principal (os de lomo de alpaca saltado são deliciosos!) e uma bebida (refri, chá ou suco). Tem várias opções, mas eu sempre gostava dessa combinação que escrevi pra vocês. Achei uma ótima opção e além disso, econômica!


 

- Quer mais opções sobre comidas típicas? Ótimo! Vou escrever um post falando só das comidas típicas, porque isso merece! Tudo tem um significado, um motivo.... Então clique aqui!

- Se você pretende comprar algum trecho de ônibus, não arrique comprar no dia, pois você pode ficar sem! No nosso caso, eu cheguei em Lima as 9h da manhã e partiria a noite, sendo assim, comprei a passagem pela internet e já deixei garantido!




Nosso roteiro foi o seguinte:

Lima - Chegamos em Lima por volta de 9 horas da manhã, deixamos nossas malas no lockker da empresa de ônibus Cruz del Sur (Javier Prado) e pudemos aproveitar o dia todo, até o horário do ônibus as 22:30h.

Huaraz - Chegamos em Huaraz as 6:30 da manhã, deixamos nossas malas no hotel, fechamos nossos passeios com a simpática proprietária do Cayesh Guest House, e fomos dar uma volta na cidade, aproveitamos para comer comidas típicas, e nos dias seguintes fizemos Laguna Parón, Laguna 69, Quebrada Llaganuco e Yungay.

Cusco - Em Cusco aproveitamos cada minutinho! Fomos a Machu Picchu, Valle Sagrado, Montanha Colorida, Sacsayhuaman, Salineras de Maras - Moray e curtimos muito a cidade!


Espero que vocês gostem de nossas aventuras e qualquer dúvida, basta nos escrever!


 


Oferecido por GetYourGuide. Torne-se um parceiro.

terça-feira, 24 de julho de 2018

SUDESTE ASIÁTICO





Viajar para o sudeste asiático sempre foi um sonho! Claro que quando esse sonho começou a sair do papel, eu imaginei passar por vários países, mas aí tive que decidir entre conhecer só o principal e já ir para outro destino ou explorar um pouquinho mais poucos lugares. Conforme fui pesquisando tudo que tinha pra fazer em cada lugar, vi que tinha muita coisa legal que eu não poderia deixar de fora então decidi cortar dois dos quatro países que visitaríamos, e mesmo assim ainda ficaram algumas coisinhas pra trás. Roteiro fechado, agora era hora de fechar a programação! Nossa, essa parte é difícil, porque eu quero que o dia tenha 50 horas pra dar conta de visitar tudo com calma, tirar fotos, participar do momento, enfim, incorporar o pessoal local! Os países escolhidos foram Tailândia e Laos. Na Tailândia passamos por Bangkok, Chiang Mai e Krabi e no Laos ficamos em Luang Prabang.






Eu voltei de lá muito apaixonada por tudo, e nem sei explicar se foi pelas pessoas, sua calma, sua educação, seu amor em fazer o que fazem, sua dedicação, sua comida, seus templos com aquele telhados com aquelas pontinhas, suas cores, suas peculiaridades, seu jeito gracioso de negociar, seus temperos, seu idioma, suas praias de tirar o fôlego, enfim, não sei explicar exatamente o ponto, só sei dizer que a Tailândia me conquistou!

Nosso ponto de chegada e saída, foi em Bangkok, voamos de Emirates (muito boa, mas teria sido mais bacana se fosse First class!kkk quem sabe na px....). A viagem leva umas 23 horas, contando com a conexão. É bem cansativo, mas só de imaginar tudo que nos esperava, já valia a pena! Vou contar aqui todos os detalhes, incluindo algumas dicas essenciais para quem resolver ir para lá! A dica mais valiosa para os brasileiros é referente a vacina contra a febre amarela. Você deve tomar a vacina pelo menos duas semanas antes da viagem e tirar a carteirinha internacional de vacinação (só aquela que o postinho dá não é suficiente!). A primeira coisa que você faz quando desembarca na Tailândia é passar no healthy control (antes mesmo de passar pela imigração ou pegar malas). Lá você preenche um formulário (que é bem parecido com o que você recebe no avião, porém com finalidade diferente, vá para a fila com ele já preenchido). Se você sair da Tailândia e depois entrar outra vez, terá que fazer esse processo novamente, então cuidado com conexões apertadas!







Quando você chega num país com cultura tão diferente, fica sempre a dúvida do que pode ou não fazer e do que não é recomendado, então aqui vai outra dica: quando estiver no sudeste asiático, jamais dê demonstrações de afeto em público. Quando a gente andava de mãos dadas, ninguém ficava encarando, mas a gente evitava. Beijinhos ou qualquer carinho por mais ingênuo que seja, jamais! Se quiser saber todos os detalhes da nossa viagem pelo Sudeste Asiático, é só acessar os posts abaixo, que eu escrevi tudo com a máxima riqueza de detalhes!!!







Tailândia - Bangkok
Tailândia - Chiang Mai
Tailândia - Krabi
Laos - Luang Prabang

terça-feira, 29 de maio de 2018

Santiago - Chile





Santiago é uma cidade incrível e pertinho do Brasil! Ela tem seu jeitão meio antigo, com prédios de arquitetura linda e  que vale muito a pena conhecer. 








Em Santiago e seus arredores, há muito para se fazer, então recomendo pelo menos 4 dias por lá e certamente levará ótimas lembranças! A boa dica que tenho, é escolher um hotel num local bom, de fácil acesso a metro, e aos pontos turísticos. Eu sempre fico na região do centro histórico, pois é um local muito estratégico, bem próximo ao metrô, super tranquilo pra andar inclusive a noite. 

 
Eu me arrisco a dizer que nessa localização tem a ruazinha mais charmosa de Santiago, o cruzamento da Paris e Londres!

  


Uma dica que eu sempre dou para os viajantes que me procuram, é que nem sempre o hotel mais barato é o melhor.... Digo isso, porque as vezes o hotel é barato, mas fica longe de tudo, e você acaba gastando mais com condução sem falar na preocupação. 




Onde ficar


Hotel Paris Londres - Esse foi o primeiro hotel escolhido por nós! Muito limpinho, quarto confortável, pessoal super educado e gentil, café da manhã simples, porém adequado. Não é o hostel mais barato, mas é o que tinha o melhor custo x benefício. A melhor localização sempre é perto do metrô, mas no caso de Santiago, ficar px a Av principal, O'Higgins é uma escolha mega certeira.

Hotel Paris Londres

Também já me hospedei no Hotel Plaza Londres 77, que apesar de antigo, tem um café da manhã agradável, localização perfeita e o staff pronto pra te ajudar!






Além desse que escolhemos, vou deixar aqui algumas dicas (todos px a metrô):




Como se locomover

Em Santiago, você pode facilmente andar de metrô. Por isso é tão importante escolher um hotel bem localizado.

 

Táxi, apenas se você quiser muito. Para os passeios mais distantes, eu recomendo a agência de viagens "Turistando Chile"! Eles fazem o transfer "de x para" o aeroporto e também fazem os passeios mais longe, como Cajon del Maipo, Valparaiso, Vina del Mar, entre outros. Além de pontuais (o que conta muitos pontos na viagem, pq afinal, ninguém quer perder tempo!) e profissionais, dão um show de simpatia!

  


Onde Comer:

Tem muitos restaurantes para todos os gostos e bolsos, mas tem sempre aquele que você faz um esforço, economiza em alguma coisa e vai pra experimentar mesmo sendo um pouquinho mais caro.... E foi o caso do restaurante "Giratório"! Fica no 16° andar do prédio e é todo de vidro. Ele é lindo, com ambiente agradável, staff de primeira, comida deliciosa e a cereja do bolo: ele gira!!! Isso mesmo! A cada hora, ele dá uma volta completa. Não se preocupe, é bem devagarinho, e a cada hora que você olha pra fora, tem uma linda vista diferente. Não tem um dress code formal, mas digamos que é bem chique pra ir de havaianas... Fica perto da estação de metrô "Los Leones": Av. Nueva Providencia, 2250, P16 - Providencia, Chile. 







Ali perto da rua Londres você irá encontrar uma das unidades de "La Piccola Itália"! Os prato são fartos (2 servem 3 pessoas facilmente!) e muito saborosos!

Outra dica, é ali perto da Catedral Metropolitana, encontramos um restaurante, do qual não me recordo o nome, mas a comida era muito boa! Pedi uma "caçarola de vacuno" , uma sopa com costela de vaca, milho, batata, cenoura, e além de estar uma delícia, daria pra eu comer uns 3 dias...kkk O outro mais era mais normal: arroz e contra-filé!

 

Se tem uma coisa que você TEM que provar no Chile são as empanadas! Elas são vendidas em todo lugar, mas as melhores são aquelas preparadas nas vendinhas mais simples, pois tem sabor de coisa feita pela vó!rs Não esquece de colocar um pouquinho de Ají (molhinho de pimenta).

  

Outro restaurante que "seria" imperdível é o "Como água para chocolate", no bairro Bella Vista. Seria porque ele não aceita reservas e quando chegamos lá, a espera era de pelo menos 2 horas. Cheguei a entrar pra ver como era, e era muito fofo!!! Fiquei com vontade, mas 2 horas era muito pra quem já tinha andado o dia todo. Muitos amigos que foram disseram que a comida é ótima. Ficou para a próxima. De qualquer forma, nessa região você encontrará inúmeras opções! 


O que fazer por lá?

As opções de passeios são inúmeras mas nem sempre os dias que temos são suficiente, então vou deixar aqui tudo que consegui ver em minhas duas idas a Santiago, e assim você poderá visitar aquilo que mais lhe agrada:


Centro Histórico - Se você estiver hospedado na região  do central recomendada, você poderá fazer a região do centro histórico caminhando e ainda vai conseguir fazer várias fotos lindas por ali!




 




Vá até a Plaza de Armas...



  





Lá você encontrará a Catedral Metropolitana de Santiago, que é a maior igreja católica da cidade, enorme, cheia de detalhes, com lindos vitrais e abriga a padroeira da cidade, Nossa Senhora del Carmen.

 

 



Nossa Senhora del Carmen





Bem ali ao lado, você encontrará o Correio! O Correio também merece uma paradinha para observação!




Vai encontrar também o Palacio La Moneda!
 

O Palacio de la Moneda é a sede da presidência do Chile e uma das atrações que mais gostei em Santiago. O palácio ficava bem pertinho do nosso hotel, na região central e fomos a pé. O Palacio de La Moneda foi inaugurado em 1805 como a Casa da Moeda chilena, passou a ser também sede da presidência chilena e depois deixou de abrigar a casa da moeda e foi ocupado definitivamente pela presidência. É possível fazer uma visita guiada pelo palácio. As visitas acontecem de teça a sexta em quatro horários diferentes. É necessário agendar previamente pelo email: visitas@presidencia.cl









Mas a grande atração do Palácio de La Moneda é a "Troca da Guarda Presidencial" que ocorre a cada dois dias na Plaza de La Constituición (tem meses que é em dia par, outros em dias ímpares, melhor conferir antes de se programar). A cerimônia acontece as 10:00 nos dias de semana e as 11:00 nos finais de semana e feriados, dura 45 minutos e é bastante disputada pelos turistas em Santiago. Confira o calendário da Troca de Guarda: no site do Governo do Chile






Eu tinha que interagir com os horses... Quebra de protocolo total!


Alguns quarteirões adiante, você chegará a Calle Bandeira, e será muito fácil ver de longe, pois ela é toda enfeitada e está sempre cheia de gente!











Nessa região tem inúmeros prédios antigos, um mais lindo que o outro! Deixarei aqui alguns exemplos:



    

  


Mercado Municipal - Eu sou daquelas que acredita que pra conhecer bem um lugar vc precisa visitar o mercado municipal, pois lá vc encontra o que o povo daquele lugar come. E comi um dos melhores salgados de lá... parecia uma empanada, mas tinha outro nome, do qual eu já tentei me lembrar de tudo que foi jeito. Além disso, eu tinha também como objetivo, comer o famoso centolla, porém ele tem um preço bem salgadinho pra quem só quer mesmo experimentar. Ficou para a próxima visita. 



Cerro Santa Lucía: Fica na Avenida Libertador Bernardo O’Higgins, próximo à estação de metrô Santa Lucía, esse foi outro ponto turístico no qual conseguimos chegar caminhando (ponto pro nosso hotel!!!). Logo na entrada, você já fica sem palavras com a fonte que tem logo na entrada.... umas construções meio antigas, mas que me fizeram dar uma viajada...rs. Depois de jogar algumas moedas e fazer alguns pedidos (obvio!), começamos a subida. Muitos degraus acima e você tem um visual de 360° da cidade. Só precisa torcer pro tempo estar limpinho!

Entrada do Cerro Santa Lucía 

Fazendo Pedidos



Muitos degraus

Santiago ao fundo

Vinícola Concha y Toro - Todo mundo diz que "é feito pra turista"! Ótimo, somos turistas mesmo!kkkk Pra chegar lá pegamos o metrô até a estação Las Mercedes e lá tome um táxi até a vinícola, vai te custar uns R$20,00. Tem uma infraestrutura muito boa, e tudo muito organizado. Eu achei o lugar lindo. Claro, a historinha contada é aquela que todo mundo já conhece sobre o diabo que guardava os vinhos e tal.... mas tem que visitar pelo menos uma vez! Nós fizemos o tour intermediário que além da degustação normal, ainda oferecia uma degustação de vinhos casado com alguns petiscos! No final ganhamos a taça e a tábua em que foram servidos os petiscos. Adorei a experiência!






Casa de Don Melchior







Vale Nevado - Ah, esse passeio foi top demais! Como estávamos num grupo de 12 pessoas nesse dia, fechamos uma van só pra gente. Como ainda era comecinho de junho, não havia neve suficiente pra esquiar, mas ainda assim valeu muito a pena. O motorista para num ponto antes de iniciar a subida, pra que a gente alugue roupas impermeáveis (acredite: não vá sem!!!). Quando começa a subida muitos ficam um pouco "mareados" com tantas curvas. São bem acentuadas e confesso que dá até um pouquinho de medo, mas o visual vale muito a pena. Quando fui, a estação estava fechada, mas ficamos um tempo ali caminhando na neve, brincando e fazendo graça...rs. Tem um restaurante lá em cima, mas o preço é bem salgado.

 

 

Cachoeira Congelada







Valparaiso e Viña del Mar - Esse é outro passeio imperdível pra quem vai a Santiago. São pequenas cidades vizinhas e que tem muitos atrativos para um bate e volta. A princípio a gente queria fazer por conta, ainda bem que mudamos de ideia. Vale a pena fazer com a agência, porque  era tanta subida e descida, que se tivéssemos ido a pé, por conta, seria desastroso! Tem economia que não compensa! 


Av. Brasil

 

Leões Marinhos


 

 

Pablo Neruda

La Sebastiana: Uma das casas de Neruda 

Esse banquinho com a silhueta do Neruda era uma graça! 

Funiculares 

Relógio de Flores 
 

 

 

Cassino

Palácio Vergara

 



Cajon del Maipo - Localizada na Cordilheira dos Andes, a 2.500 metros de altitude, está Embalse El Yeso, uma enorme represa com águas de cores especiais que mudam conforme a previsão do tempo variando entre o azul e o turquesa. É responsável por 80% do abastecimento de Santiago do Chile. Nesse tour que eu fiz com a @turistandochile , eles nos pegaram no hotel logo cedinho (por volta de 6:30 da manhã), depois fizemos uma parada para o café da manhã ...




Banheiro em containers
Próxima parada, o Túnel Tinoco, que serviu de passagem ferroviária entre 1914 e 1980. onde o guia Juan nos contou sobre suas lendas, e o significado de um pequeno santuário na saída do túnel escuro...








Depois, fizemos uma parada na linda Cascata el yeso!


   


No caminho, você poderá observar as "cáscaras", que são essas casinhas que serviam de alojamento para os trabalhadores que viviam da extração de gesso...


 

E depois de muita subida, finalmente chegamos a Embalse El Yeso que nos encantou com tanta beleza! 

 

 


Pra encerrar com chave de ouro, a @turistandochile nos ofereceu um picnic com muito capricho e um vinho maravilhoso! É imperdível! 


 









 


Região de Pirque - Localizada a 21km do centro de Santiago, está a Região de Pirque! É algo como a zona rural de lá, e eu não poderia deixar de falar dessa região por dois motivos muito simples. O primeiro é que essa região é recheada de vinícolas, entre elas, a Concha y Toro, já citada anteriormente e outra que eu tive a oportunidade de conhecer seus vinhos e apreciar muito, que é a Vinícola El Principal. O segundo, é que nessa região, ficam os centros de treinamento de cavalos e ginetes, e vou falar de um especial, o Centro de Rienda Internacional Marcelo Osses! Marcelo é um amigo da família, há muitos anos. Sempre treinou cavalos e participou de prova de rédeas e laço comprido aqui no Brasil. Atualmente morando no Chile, já começa a colecionar alguns prêmios, e não é pra menos, ele sabe o que faz, e o faz bem feito! 


Em seu centro de treinamento, ele oferece aulas para quem quer aprender, treinamento de cavalos para prova, doma e assessoria para compra e venda de cavalo. 





 






E tem um cavalo mais lindo que o outro por lá! Claro que eu aproveitei para tomar umas aulas...

Tiro Loco
       



E fomos muito bem recebidos, com direito a um carneiro feito a "moda campeira"!









Final Campeonato do Rodeio Chileno - O Rodeio do Chile é um esporte equestre bastante popular naquele país. A final, acontece no início de abril, na cidade de Rancágua. Apesar de eles chamarem de rodeio, é muito diferente do rodeio brasileiro. Possui regras para que se obtenha a pontuação desejada e exige muito treinamento e habilidades de cavalo e cavaleiro. 







O esporte é praticado dentro de um arena em forma de círculo chamada de medialuna e o seu objetivo é que uma equipe (collera), com dois cavaleiros e seus respectivos cavalos, consiga parar um bezerro em uma determinada área dentro da medialuna. 



A pontuação varia de 0 a 4, dependendo de onde o bezerro é detido. A morfologia e capacidade de trabalho do conjunto são impressionantes sem contar a beleza de tirar o fôlego de qualquer apaixonado pelo mundo dos cavalos











Do lado de fora, há muito comércio de traias, vestuário, selas, chapéus e muitos outros itens! 







Diferentemente do nosso estilo country/sertanejo, que se assemelha muito com o country americano, o chileno tem um estilo diferente. O chapéu tem a copa mais baixa e aba bem larga. Nas provas utilizam sempre um poncho característico da cultura deles.

 

E pra não ir ao rodeio sem deixar nosso estilo de lado, eu já levei meus looks daqui do Brasil! Minha parceira Texas Angels, fica em Guaxupé, mas também faz vendas on line! Ela me manda as fotos, eu escolho e ela me envia! Tudo muito rápido e confiável! Ah, e se durante a negociação você disser que pegou a dica por aqui, ainda ganha um descontinho do 10% na sua compra!!!

  


E foi assim que o Chile ganhou um pedação do nosso coração!! Se eu quero voltar??? LÓGICO!!!! 










Precisa de hotel??? Dá uma busca aqui: Hotéis em Santiago, Hotéis em Viña del MAr 


e Hotéis em Valparaíso (fazendo a reserva através de nossos links, você nos ajuda a manter o blog atualizado, cheios de novidades e sem pagar nada a mais por isso!)

Você já fez o seu seguro de viagem para visitar o Chile? Em parceria com a SegurosPromo, o blog oferece um desconto na compra do seu seguros de viagem. Ganhe 5% de desconto na sua compra inserindo o código promocional CAMINHOSDAJU5 no campo indicado da tela de pagamento. Você pode pagar o seu seguro em até 12x no cartão, mas se preferir pagar no boleto, ganha na hora mais 5% de desconto.


Quer alguma ajuda no planejamento de sua viagem??? Deixe seu comentário! 


Bjos!!!